CONCERTO PARA O ERRO

RENATO NEGRÃO - CONCERTO PARA O ERRO

Concerto Para o Erro é uma performance que aconteceu no espaço o entre os muros da Vila Ponta Porã e um shopping recentemente erguido. Apesar deste centro comercial se estabelecer praticamente dentro desta comunidade a única porta de entrada para ela foi a de carga e descarga. Os muros em questão estabelecem a fronteira física entre o templo comercial e a comunidade do entorno e sinaliza efetivamente a diferença de territórios. O trabalho atrita estas demarcações e ativa os muros como espaço que excede o seu próprio limite.

CONCERTO PARA O ERRO
''... O morador da comunidade que quiser entrar tem que dar a volta. O muro, nesse caso, demarca claramente a impossibilidade da vida comum. ''

Por meio da poesia e do uso de tecnologia low tech – um retro projetor, garrafa, água, tinta, caneta, barbante, etc – Negrão cria narrativas sonoras e visuais cuja efemeridade e não-impregnação sugerem a apropriação do muro como espaço cultural que pode exceder os limites impostos pela exclusão e criar ações coletivas de um possível ativismo social.