QUEM A HOMOFOBIA MATOU HOJE?

MÍDIA TÁTICA

QUEM A HOMOFOBIA MATOU HOJE?



WHO'S HOMOPHOBIA KILLED TODAY?

Quem a homofobia matou hoje?” é a pergunta que dá título a uma série de faixas pintadas com a bandeira LGBTQ+, espalhadas pelas ruas da cidade de Belo Horizonte. As perguntas das faixas – ”Amar não é direito de todos?”; ”O que eu fiz para merecer esse ódio?” – questionam o ódio e a violência praticada contra pessoas que assumem uma identidade de gênero diferente de seu sexo biológico e/ou que demonstram interesse afetivo/sexual por pessoas do mesmo sexo. A intervenção busca  provocar uma reflexão crítica diante das atrocidades praticadas contra a comunidade LGBT no Brasil.

Who’s homophobia killed today?“, is the title question from a series of hand-painted fabric billboards with a LGBTQ + flag spread through many of the streets of the city of Belo Horizonte, the questions; ”Isn’t Loving a right for everyone?”, ”What did I do to deserve all this hate?” question hatred and violence against people who assume a different gender identity than their biological sex and / or show an affective / sexual interest in same-sex people. The first challenge is the fight against LGBTQ+ violence in Brazil.

O que eu fiz para merecer esse ódio?

Quem a homofobia matou hoje? integra as ações do projeto Mídia Tática, realizado pelo EXA – Espaço Experimental de Arte, concebido por Bruno Vilela.

Who’s homophobia killed today? is part of the actions of the Tactical Media project, conducted by EXA – Experimental Space of Art, conceived by Bruno Vilela.

“Goodness is about character - integrity, honesty, kindness, generosity, moral courage, and the like. More than anything else, it is about how we treat other people.”
Dr. Seuss