DESOBEDIÊNCIAS TECNOLÓGICAS

 

A partir do projeto “Desobediencia Tecnologica” de Ernesto Oroza, marcamos algumas linhas de força para orientar nossa reflexão sobre tecnofagias, ruinologias críticas e ocupação dos territórios informacionais. Nesse contexto, destacamos projetos que dialogam com os seguintes discursos críticos: Consciência Planetária Sociedade de Controle Políticas do Corpo Virtualizado Design de e Contra-informação e Tecnofagias (Perspectivas latinas).

.
Giselle Beiguelman é artista e professora da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU-USP). Dedica-se a pesquisas na área de preservação da arte digital, do patrimônio imaterial e do design de interface. Seu trabalho inclui intervenções em espaços públicos, projetos em rede e aplicações para dispositivos móveis, exibidos internacionalmente nos principais museus de arte e mídia, centros de pesquisa e espaços de arte contemporânea, como ZKM (Karlsruhe, Alemanha), Centro Pompidou, Gallery@Calit2 (UCSD, EUA) e Bienal de São Paulo. Foi Curadora de Tecnofagias – 3a Mostra 3M e é autora de vários livros e artigos sobre o nomadismo contemporâneo e as práticas de cultura digital. Entre os mais recentes destacam-se Nomadismos Tecnológicos (Senac, 2011) e Futuros Possíveis (Arte, Museus e Arquivos Digitais). Site: http://www.desvirtual.com

 

UA-28532263-1